TORNE-SE MEMBRO E APÓIE ESTE BLOG VOCÊ TAMBÉM !!

31 julho 2011

JUSTIFICATIVAS MANIPULADAS

JUSTIFICATIVAS?
TUDO ERA USADO COM DESCULPAS PARA USAR DROGAS. UM SIMPLES DESENTENDIMENTO MANIPULADO POR EU MESMO, ERA MUITO USADO.
TUDO COMEÇAVA QUANDO DE ALGUMA MANEIRA CONSEGUIA DINHEIRO. POIA SER UM RECEBIMENTO POR TRABALHOS PRESTADOS, UM EMPRÉSTIMO, OU ROUBADO (EM SUA GRANDE MAIORIA). BASTAVA TER COMO COMPRAR DROGAS QUE PROCURAVA UM MOTIVO PARA SAIR E USAR.
UM EXEMPLO CLÁSSICO; DIRIGINDO PARA MINHA MÃE, AUMENTAVA A VELOCIDADE DO CARRO ATÉ QUE ELA PEDISSE PARA IR MAIS DEVAGAR. PRONTO, JÁ TINHA O PIVÔ DO DESENTENDIMENTO, BAIXAVA A VELOCIDADE PARA UNS 20 KM/H, MOSTRAVA A ELA O QUANTO ESTAVA CHATEADO POR SER CRITICADO PELO ABUSO NO VOLANTE (E ELA SÓ TINHA PEDIDO PARA ANDAR DE VAGAR). LOGO A DEMORA EM CHEGAR NOS LUGARES IRRITAVA MINHA MÃE E COMO QUEM PROCURA ACHA, ELA RECLAMAVA DA MINHA ATITUDE E EU DE JUSTIFICAVA QUE SÓ FAZIA O QUE ERA "MELHOR PARA ELA". ESTAVA ARMADO O CIRCO, ERA SÓ VOLTAR PARA CASA, DEIXAR ELA E SAIR PARA A BOCA MAIS PRÓXIMA.
HOJE VEJO ASSIM. MAS DURANTE MINHA DROGADIÇÃO, EU ERA INCAPAZ DE VER ISSO. NÃO ENTENDIA QUE ESTAVA SENDO MANIPULADO PELAS DROGAS, POIS NÃO ACEITAVA A IDEIA DE NÃO TER O DOMÍNIO SOBRE MEUS ATOS E ESCOLHAS.
SABE QUANDO UM CARA DIZ: "MINHA MULHER BRIGOU COMIGO. VOU TOMAR UMA PRA RELAXAR." OU "MEU CHEFE ME ELOGIOU. VOU TOMAR UMAS PRA COMEMORAR." OU PIOR "MINHA VIDA TA UMA MERDA. SÓ BEBENDO UMA MESMO."  ????
EU FAZIA DA MESMA FORMA, SÓ QUE MEU REFUGIO ERA AS DROGAS.
SABE ESSA JUSTIFICATIVAS QUE ACABEI DE DAR DE EXEMPLO, GERALMENTE SURGIRAM ASSIM:
A MULHER BRIGOU SIM COM O CARA, POIS ELE NÃO É PRESENTE COMO MARIDO, PAI OU CHEFE DE FAMÍLIA POR CAUSA DO VICIO.
O PATRÃO ELOGIO ELE, POIS SE ESFORÇAVA PARA FECHAR UMA VENDA QUE LHE DARIA UMA ÓTIMA COMISSÃO, DINHEIRO QUE SERÁ USADO PARA COMPRAR DROGAS.
É VERDADE, AVIDA DELE ESTA UMA MERDA, POIS A ESPOSA O DEIXOU E FOI DESPEDIDO POR SÓ SE PREOCUPAR EM MANTER SEU VICIO.
O FATO É QUE, NADA OU NINGUÉM É RESPONSÁVEL OU CAPAZ DE JUSTIFICAR UMA DROGADIÇÃO. TODOS OS DEPENDENTES QUÍMICOS ESCOLHERAM SOZINHOS ASSIM COMO EU USAR DROGAS.
ENTÃO QUANDO VOCÊ VER UM RAPAZ DIZENDO NA TELEVISÃO QUE: "EU APANHAVA DOS MEUS PAIS E POR ISSO "PEGUEI" REVOLTA EU FUI USAR DROGAS." VEJA BEM, ELE FALA COMO QUE PEGOU UM VÍRUS, COMO QUE CONTRAIU UMA DOENÇA. É BEM CAPAZ DELE NEM SABER O QUE É SER REVOLTADO. APENAS QUER JUSTIFICAR SEU USO CULPANDO TERCEIROS, QUE POR SUA VEZ SE TORNARAM CO-DEPENDENTES.
PENSE NISSO.
ATÉ A PRÓXIMA.
      ....JÁ IA ESQUECENDO, SEI QUE MUITOS NÃO QUEREM SE EXPOR E PUBLICAR COMENTÁRIOS NAS POSTAGEM. PODE MANDAR DUVIDAS OU SUGESTÕES PARA MEU E-MAIL emerson.scorrea@hotmail.com

FIQUEM COM DEUS.

28 julho 2011

Blog do Zéro - Só por hoje - UOL Blog

Postei uma pequena história no Facebook, que acabou me trazendo lembranças e um tema sobre o qual vale a pena uma reflexão. É a seguinte:
         Semana passada, estava descendo as escadas de um hospital carregado de exames e quando cheguei ao saguão lotado de pessoas, achei que a escada tinha terminado mas ainda tinha um degrau. Meu pé falseou, levei um baita tombo, caí com tudo, os exames se esparramaram, umas cinquenta pessoas olhando para mim, vários correndo em minha direção. Ajeitei melhor os braços no chão, deitei a cabeça, dei uma relaxada e, do nada,  comecei a rir, não tinha nada doendo. O guarda e um jovem vieram, levantaram-me e me acomodaram numa cadeira, bastante preocupados.Arrisquei  uma  olhada em volta, todo mundo olhando para mim, alguns fazendo comentários, outros penalizados, dois adolescentes achando graça. Você consegue acreditar que eu não senti vergonha? Nem um pingo, posso garantir-lhe.  
Há anos tenho me empenhado em aprender a rir de mim mesmo, a baixar a bola, e boa parte do enorme peso do imenso ego que eu tinha foi aliviado. Rir de mim mesmo é uma das melhores coisas que  vocês me ensinaram.
Eu era um poço de orgulho. A tal ponto que o psiquiatra de uma clínica, ao me dar alta de uma internação antecipada, me disse, acho que contrariando todos os seus juramentos: “Sr. José, você nunca vai conseguir deixar o álcool. Você é muito orgulhoso”.
Lembro-me, aos doze anos, de estar andando na rua lendo o jornal A Gazeta Esportiva, toda aberta na minha frente, até que dei de frente e abracei um poste, amassando todo o jornal e o meu rosto também. Fiquei com tanta vergonha que fiquei meses sem passar por aquela rua.
Outra ocasião, ainda adolescente, passando em frente de um açougue bem movimentado, tinha uma nota de dinheiro no chão. Abaixei-me para pegá-la, a nota fugiu de mim para dentro do açougue. Estava amarrada com um barbante. O pessoal lá dentro e uns da rua quase morreram de rir, e eu lá no meio, roxo. Passei muito tempo planejando o assassinato do açougueiro, seus filhos e todos os seus descendentes. Hoje eu tenho certeza de que teria rido junto.
Embora eu tivesse tido uma pesada recaída de quatro meses no Piauí, meu verdadeiro despertar do primeiro passo aconteceu no Rio de Janeiro, levado que fui à reuniões pelo meu mais irmão que amigo Catolé, já meio em desespero de causa. Um dia, conversávamos e eu, do alto de minha vaidade, contava para ele que eu havia me transformado num verdadeiro cowboy no começo de minha carreira no Paraná, tinha até um revólver, “eu precisava me impor lá naquele sertão”, comentei. O Catolé virou-se para mim e perguntou: “E Zé, você já usava óculos?”. Comecei a imaginar as cenas de então comigo de óculos e não ulos! Rimos muito da situação. Pouco depois ele chegou para mim e disse: “Zé, eu o conheço há muitos anos e nunca tinha visto você rir de si mesmo. Esse é o grande fio da meada, agarre-se nisso que  você sai do buraco”.
Num livro de Al-Anon, “Coragem para mudar”, encontrei a seguinte frase: “Você consegui segurar o riso, cara, um cowboy de óccresce no dia em que der a primeira risada verdadeira – de si mesmo.”

20 julho 2011

UM GAROTÃO DE 17 E POUCOS ANOS.

 FELIZ ANIVERSÁRIO PARA MIM!!
ONTEM COMPLETEI 33 ANOS DE VIDA. LEMBRANDO QUE METADE DESSES ANOS JOGUEI FORA USANDO DROGAS, ME CONSIDERO UM GAROTÃO DE UNS 17 ANOS (TA BOM, TÁ BOM.... FORCEI MESMO!!).
SE PUDESSE TER METADE DA MINHA IDADE E COM O CONHECIMENTO QUE TENHO HOJE, ESSE BLOG NÃO EXISTIRIA.
MAS O FATO É QUE NÃO TEM VOLTA, NÃO POSSO VOLTAR E REESCREVER MINHA HISTÓRIA. NÃO POSSO APAGAR TUDO QUE VIVI E NEM IGNORAR O QUE ME TROUXE ATÉ ONDE ESTOU HOJE. É IMPOSSÍVEL DAR-ME UM NOVO COMEÇO, ZERAR COMO QUEM DELETA UM TEXTO, POIS O QUE FIZ, O QUE VIVI E PORQUE NÃO O QUE DESTRUÍ, FORJARAM O QUE HOJE SOU.
ESTOU ACOMPANHANDO A REPRISE DA "NOVELA O CLONE", CONFESSO QUE QUANDO ASSISTI NA PRIMEIRA EXIBIÇÃO, CONTESTEI TUDO, DIZIA QUE NÃO ERA BEM ASSIM, QUE NINGUÉM CHEGA A TOMAR PERFUME (EPISÓDIO DE ONTEM) PARA TENTAR SUPRIR A FALTA DA DROGA DE PREFERENCIA, OU FICAR AGRESSIVO QUANDO NÃO TEM OS MEIOS NECESSÁRIOS PARA USAR A MESMA. ACHAVA RIDÍCULO OS DEPOIMENTOS, PRINCIPALMENTE OS QUE OSMAR PRADO REPRESENTAVA...
HOJE EU ME VEJO EM MUITAS DAS SENAS, OS ROUBOS, MENTIRAS, A TRANSFORMAÇÃO DO CARÁTER QUE AS DROGAS CAUSAM, LEVANDO A DESTRUIÇÃO DA FAMÍLIA, AMIGOS, TRABALHO, AMORES...
ONTEM TAMBÉM TEVE "PROFISSÃO REPÓRTER", MOSTRANDO CRIANÇAS VICIADAS TENDO CRISES DE ABSTINÊNCIA (TRISTE REALIDADE CADA VEZ MAIS COMUM NO BRASIL). MINHA PRETINHA PERGUNTOU SE PELO FATO DE SEREM CRIANÇAS, ELAS TERIAM MAIS OU MENOS CHANCES DE SAIR DAS DROGAS?
DE IMEDIATO RESPONDI QUE AS CHANCES SÃO IGUAIS, MAS LOGO LEMBREI QUE QUANDO DECIDI PARAR DE USAR DROGAS, TIVE COMO BASE MINHAS LEMBRANÇAS DE QUANDO NÃO USAVA. QUERIA EU TER DE VOLTA A FAMÍLIA, AMIGOS, OS SONHOS QUE PERDI DURANTE A DROGADIÇÃO. ENTÃO CONCLUI; PARA ESSAS CRIANÇAS É MUITO MAIS DIFÍCIL, POIS ELAS NÃO TEM REFERÊNCIAS DE UM MUNDO SEM DROGAS, ELAS NÃO TIVERAM A CHANCE DE VIVEREM SÓBRIAS PARA CRIAR VINCULO DE AMOR, AFETO OU FELICIDADE VERDADEIRA. QUE DEUS AJUDE ESSAS CRIANÇAS E QUE SE FOR DA VONTADE DELE QUE EU SEJA FERRAMENTA PARA ESSA AJUDA.
TENDO PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE ACABO DE ESCREVER, SÓ POSSO CONCLUIR QUE DIANTE DA VERDADE DE NÃO PODER MUDAR O QUE VIVI E APRENDI ATÉ HOJE, SÓ POSSO AFIRMAR QUE VOU DAR A MINHA HISTÓRIA O MELHOR FINAL POSSÍVEL.
ATÉ A PRÓXIMA.
FIQUEM COM DEUS.

03 julho 2011

KATEMINA? QUE DROGA É ESSA??

ketamina-frascoO que é?

Ketamina é também conhecida como K (quêi), key, special K e vitamina K.
K é um anestésico – às vezes é citado como ‘tranqüilizante de cavalo’. É uma das substâncias usadas em danceterias ou durante o sexo.
Ketamina vem em forma de pó ou líquido que é secado para fazer o pó.

Usando K

Sob a forma de pó, o K pode ser cheirado (conhecido como ‘dar um bump’) ou adicionada a bebidas (mas não com álcool). Ele pode ser fumado se o pó for misturado a maconha ou cigarro. O pó de ketamina pode também ser misturado a água e injetado num músculo (mas nunca numa veia). K pode vir também na forma de pílulas.

ketamina-e-pratoAltos e baixos

Ketamina pode aumentar seu nível de energia (em doses pequenas) ou fazer você se sentir chapado, anestesiado, não sentir o corpo, ou flutuando num estado de sonho. O K pode causar alucinações e e o sentimento de estar fora do corpo (às vezes descrito como entrar numa realidade diferente, encontrar Deus, extra-terrestres, etc).
Os efeitos duram de 45 minutos a uma hora e meia, se cheirado e até 3 horas se injetado ou engolido.
Os efeitos colaterais do K incluem tontura, náuseas, vômitos (perigoso pois você pode engasgar no seu vômito se você desmaiou), se sentir desorientado, visão embaçada e fala embolada.
Uma dose grande o suficiente pode te tirar a noção do que está em volta e de si mesmo. Isto é conhecido como ‘K hole’ (quêi-rôul) e dura até uma hora e meia. Você sente que é difícil ou impossível se mover ou falar. Engolir ou respirar pode ficar difícil.

Sexo com ketamina

Apesar da Ketamina poder fazer você se sentir excitado, pode ser difícil conseguir uma ereção ou gozar. K é usado por algumas pessoas pois relaxa os músculos do ânus. Como a droga faz você se sentir sem dor, sexo selvagem pode levar a ferimentos (por exemplo dentro do ânus), cortes e sangramentos que não são percebidos. Isto pode significar mais risco de HIV, hepatite C e outras infecções serem transmitidas.
Ketamina pode diminuir as inibições, o que poderia levara ao sexo sem proteção.

ketamina-bulletUm relacionamento a longo prazo?

Mortes por overdose são raras, mas você pode se tornar tolerante ao K, com uma maior quantidade sendo necessária para ter os mesmos resultados. Algumas pessoas ficam dependentes.
Usar ketamina por um longo prazo pode causar ansiedade, depressão, pensamentos em suicídio ou perda de memória.

Ketamina com outras drogas

Depressores (‘relaxadores’ como álcoolGHB/GBL, Valium, barbitúricos) – como o K e outros depressores reduzem as funções do corpo, o efeito combinado pode te deixar inconsciente e/ou reduzir sua respiração para níveis perigosos.
Coquetel anti-HIV – alguns deles, especialmente os inibidores de protease, podem aumentar o nível de ketamina no seu corpo.
Cigarro/maconha – fumar cigarros ou baseados trazem o risco de fogo (se K te deixar incapaz de se mover) ou queimaduras (se o efeito anestésico te impede de sentir uma queimadura).


ATÉ A PRÓXIMA.
FIQUEM COM DEUS.

SPEED ? QUE DROGA É ESSA?

speed-pilula-e-poO que é?

Speed é também conhecido como anfetamina ou sulfato. Speed é o nome popular da anfetamina, uma droga estimulante. Apesar de poder ser encontrado em pílulas, speed é mais encontrado sob a forma de um pó esbranquiçado, geralmente misturado com outras drogas como cafeína, talco, etc. Ele faz o cérebro liberar as substâncias do bem-estar dopamina e serotonina e o hormônio do stress norepinefrina.

Usando speed

Speed pode ser cheirado através de um canudo ou dinheiro enrolado, colocado na língua, esfregado na gengiva, misturado na bebida ou enrolado num papel de cigarro e engolido. Algumas vezes é fumado em um cachimbo ou papel alumínio – ou misturado com água e injetado. Os efeitos duram de 3 a 6 horas.

Altos e baixos

Speed pode diminuir suas inibições, elevar seu humor, fazer você se sentir mais energético, confiante, alerta, falante e sociável. Ele pode te fazer ficar sem dormir ou sem comer. Coração batendo rápido, suor, dentes rangendo, mandíbula tremendo e impossibilidade de dormir são comuns. Depois de usar você pode se sentir deprimido, ansioso e cansado.

Sexo com speed

Speed muitas vezes causa problemas para conseguir ereções. Ele pode deixar o pau menos sensível e fica mais difícil de gozar. Isto pode resultar em transas mais longas, mais selvagens, ferimentos ou sangramentos, com maiores riscos de HIV, hepatite C e outras doenças sexualmente transmitidas serem passadas.

speed-papel-e-poUm relacionamento de longo prazo?

Você pode se tornar dependente da droga, com a necessidade de doses maiores para conseguir os mesmos efeitos, e com sintomas da fissura se você parar (exaustão, sem conseguir dormir, , depressão e irritação). Cerca de 30 mortes relacionadas com o speed acontecem no Reino Unido a cada ano e o uso a longo prazo pode danificar o coração, fígado, rins e pulmões, causando agressividade e ‘psicose de speed’ (que pode incluir comportamento violento, paranóia e alucinações).

Speed com outras drogas

  • Coquetel anti-HIV – inibidores de protease podem causar um grande aumento na quantidade de speed no corpo, resultando em overdose.
  • Cocaínacristal methecstasypoppers – misturar estas drogas com speed arrisca uma sobrecarga perigosa no coração.
  • Antidepressivos – tomando speed quando se faz uso destas drogas pode causar um aumento da pressão sangüínea arriscado.
  • Álcool – speed oculta os efeitos da bebida, fazendo as pessoas beber mais sem perceber o quão bêbadas ou além do limite elas estão.
  • Drogas do tipo Viagra – speed causa perda de ereção, mas tomar Viagra ou outras similares causa mais stress no coração.




ATÉ A PRÓXIMA.
FIQUEM COM DEUS.