TORNE-SE MEMBRO E APÓIE ESTE BLOG VOCÊ TAMBÉM !!

21 março 2010

AINDA CRIANÇA, JÁ DAVA COMO CERTO QUE SERIA UM ADICTO, POIS ERA COMPULSIVO E MANIPULADOR, FAZIA TUDO O QUE ESTAVA DENTRO E FORA DO MEU ALCANCE PARA ATENDER MINHA VONTADE.

COMO EU GOSTARIA QUE MEUS PAIS TIVESSEM LIDO ALGO PARECIDO DURANTE MINHA INFÂNCIA...
EM UMA DAS PRIMEIRAS VEZES QUE DEIXEI MINHA COMPULSIVIDADE AFLORAR (QUE EU ME LEMBRO). TINHA  UNS 7 OU 8 ANOS DE IDADE, MORAVA NO CENTRO DA CIDADE E MEUS PAIS TINHAM UMA ESPÉCIE DE LOJA DE CONVENIÊNCIA, VENDIA-SE DE TUDO. EU PASSAVA BOA PARTE DO MEU DIA LÁ, QUANDO NÃO ESTAVA NA ESCOLA OU BRINCANDO COM AS CRIANÇAS DA VIZINHANÇA. EM UM DESSES DIAS ALGUNS GAROTOS MAIS VELHOS APARECERAM COM CARRINHOS DE ROLIMÃ (FOI MODA NO FINAL DOS ANOS 80), FEITOS POR ELES MESMOS. COMO ERA DE SE ESPERAR, TODAS AS CRIANÇAS QUERIAM UM TAMBÉM, ALGUMAS CRIANÇAS PEDIRAM AOS PAIS, OUTRAS SE AVENTURARAM EM CONSTRUIR E TINHA TAMBÉM A TURMA DO "EMPRESTA PARA MIM SÓ UM POUQUINHO". CLARO QUE TENTEI COMO ELES DO JEITO TRADICIONAL, PORÉM MEUS PAIS NÃO ME ATENDERAM. NÃO POR FALTA DE DINHEIRO OU  PARA IMPEDIR QUE BRINCASSE FORA DE CASA, O FATO É QUE COMO SE TRATAVA DE UMA REGIÃO CENTRAL  O TRÂNSITO ERA INTENSO E AINDA TINHA O PERIGO DOS CAMINHÕES, POIS TINHAM MAQUINAS DE ARROZ NAS PROXIMIDADES, RESUMINDO: ERA MUITO PERIGOSO CARRINHOS DE ROLIMÃ NAQUELE LUGAR. O BRINQUEDO PASSOU AOS MEUS OLHOS COMO ALGO QUE DARIA UMA ESPÉCIE DE "STATUS" PARA QUEM TINHA E PODIA USAR. ISSO AUMENTOU QUANDO QUEM NÃO TINHA, PASSOU A USAR EM TROCA DE DINHEIRO (ALUGAR). VI ALI MINHA OPORTUNIDADE, MAS SABIA QUE MEUS PAIS NÃO CONCORDARIAM EM ME DAR DINHEIRO PARA ESSA FINALIDADE E SEM PENSAR DUAS VEZES DECIDI TIRAR DINHEIRO DO CAIXA DA CONVENIÊNCIA E CORRI PARA ALUGAR MEU CARRINHO. FOI UMA SENSAÇÃO INDESCRITÍVEL DE FALSO PODER E ACEITAÇÃO. NO DIA SEGUINTE, MESMA COISA, NO OUTRO TAMBÉM E DE NOVO E DE NOVO...     EU PASSEI A PLANEJAR COMO SERIA NO DIA SEGUINTE, FICAVA NA SALA DE AULA ESCOLHENDO A MELHOR FORMA DE TIRAR DINHEIRO DO CAIXA DE MEUS PAIS PARA MAIS UMA VEZ ATENDER MEU DESEJO. QUERIA CADA VEZ MAIS E MAIS, ME DEDICAVA INCONSCIENTEMENTE APENAS A ISSO. MANIPULAVA SITUAÇÕES FAVORÁVEIS COM A HABILIDADE DE UM PISCICOPATA PARA TER MAIS UM DIA DE "SATISFAÇÃO".
EU, UMA CRIANÇA, SEM DEIXAR TRANSPARECER, JÁ ERA UM ADICTO DE MINHA COMPULSIVIDADE, UM ESCRAVO DA MINHA "VONTADE".
NÃO TINHA MAIS GRAÇA ANDAR DE ROLIMÃ E MESMO ASSIM NO DIA SEGUINTE LÁ ESTAVA EU.
TALVEZ SE ALGUÉM TIVESSE ENXERGADO ISSO NAQUELA ÉPOCA...
...SE MEUS PAIS SOUBESSEM O QUE SE PASSAVA NA MINHA CABEÇA...
           ...CERTAMENTE VOCÊ NÃO TERIA O QUE LER HOJE.
VEJA BEM; NÃO ESTOU CULPANDO MEU PAIS, POIS SEMPRE TIVE DELES EXEMPLOS DE HONESTIDADE, TRABALHO, SUPERAÇÃO E AMOR, E CERTAMENTE FORAM ELES COM EXEMPLOS DE CARÁTER  ADIMIRAVEL, QUE ME DEIXARAM EM CONDIÇÕES DE ESCREVER HOJE.


NO PRÓXIMO ARTIGO VOU DAR OUTROS EXEMPLOS DE COMPULSIVIDADE QUE TIVE ANTES DE CONHECER AS DROGAS.


FIQUEM COM DEUS!!

Nenhum comentário: