TORNE-SE MEMBRO E APÓIE ESTE BLOG VOCÊ TAMBÉM !!

09 fevereiro 2012

MAIS UMA VITIMA DO "PAIZÃO".

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA
3ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR
12º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR
  Por volta das 17:30 do dia 31 de janeiro de 2012, a Polícia
Militar foi acionada para atendimento de ocorrência de vias
de fato no bairro Rio do Meio em Camboriú.
No caminho para o local a guarnição foi abordada pela vítima,
Fernando Gomes Gonçalves, 40 anos, com escoriações
visíveis em sua face, seu veículo estava com o pára-brisas e
espelho retrovisor quebrados, alegando ter sido agredido
pelo dono da Comunidade Terapêutica Reviver, Cláudio Luiz
Cordeiro. As guarnições estiveram no local e conduziram a
vítima, o agente, as testemunhas, além de uma espécie de
enxada, supostamente utilizado para agredir a vítima, para a
Delegacia da Polícia Civil do Monte Alegre para as
providências legais cabíveis.

ESSA FOI A PRIMEIRA NOTA QUE VI SOBRE O ABSURDO
QUE ACONTECEU NA CT, ONDE EU TAMBÉM FUI INTERNO
E AGREDIDO AO DEIXAR O LUGAR.

Dono de comunidade terapêutica é acusado de meter a porrada e destruir possante de um homem

01/02/2012 - 08:48 - Atualizado em 01/02/2012 - 08:51
O final da tarde foi movimentado pra polícia Militar de
Cambu. Por volta das 17h30, os homis receberam uma
denúncia de agressão no bairro Rio do Meio, na
Capital do Mármore. Quando a baratinha
voava pro local, osmeganhas encontraram a vítima,
Fernando Gomes Gonçalves, 40 anos, todo estropiado.
Ele tava com a cara cheia de lanhados e o carango que
ele pilotava tava com o pára-brisas e o espelho retrovisor
detonados. Segundo Fernando, a agressão partiu de
Cláudio Luiz Cordeiro, dono da comunidade Terapêuticas
Reviver. Os PMs foram até o local e lá encontraram uma
espécie de enxada, possivelmente utilizada pra agredir
Fernando. Cláudio foi encaminhado pra depê do Monte
Alegre.

Envolvidos

 

COVARDE. ELE BATE E MANDA BATER.


Vítima de agressão faz denúncia contra clínica de reabilitação

Fernando Gomes Gonçalves, vítima das agressões sofridas
pelo dono da Comunidade Terapêutica Reviver nesta última
terça-feira (31), esclareceu alguns detalhes sobre o ocorrido.
Segundo a vítima, a clínica estaria lhe medicando sem a sua
autorização. A confusão aconteceu no final da tarde de terça-
feira (31), quando o dono da Comunidade Terapêutica
Reviver, Cláudio Luiz Cordeiro, agrediu o interno e sua ex
esposa.

A vítima explicou que as agressões não ocorreram por ele ter
se negado a tomar os medicamentos, conforme o proprietário
da instituição, Cláudio Luiz Cordeiro, teria informado.
Segundo Fernando, ele estaria internado voluntariamente na
clínica há quatro dias, para tratar de um problema com
alcoolismo, quando descobriu que estava sendo medicado
com Rivotril sem seu consentimento.

Ele chamou sua ex esposa para esclarecer o ocorrido com o
proprietário, e informou que iria deixar a instituição. Ao sair do
local, Cláudio e outros quatro internos perseguiram as vítimas
e iniciaram as agressões. Além disso, depredaram o veículo
de Fernando com uma enxada. A vítima registrou um Boletim
de Ocorrência contra o agressor, que deverá estar presente
em uma audiência no dia 26 de março, no Fórum de
Camboriú. Fernando também afirma que a clínica possui
inúmeras irregularidades.

O proprietário da Clínica foi procurado pela reportagem do
Página3, mas não foi localizado.

Quinta, 2/2/2012 17:16. 




A CLINICA É ESSA AQUI GALERA.

 COMUNIDADE TERAPÊUTICA REVIVER
CNPJ: 04.181.007/0001-08
Responsável: Claudio Luiz Cordeiro
End.: Avenida do Estado, 3660, sala 111 
CEP: 88.330-000 – Fone: (47) 360-1236 
367-5194 / 9967-5478
End. para correspondência: Caixa Postal, 183
e-mail: ctreviver@reviver.org.br / reviver@Terra.com.br
Capacidade: 35 leitos masculinos


 ESSE É O PILANTRA: 
QUE A JUSTIÇA COLOQUE ESTE
ANIMAL NA CADEIA.

Nenhum comentário: